Gravação mostra Trump fazendo comentários vulgares sobre mulheres

O milionário se gabou de mulheres que permitiram que ele as beijassem por causa de sua fama

Por lucas.cardoso

Washington - Uma gravação de 2005 do candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, foi divulgada ontem e mostrou o empresário fazendo comentários vulgares sobre mulheres. Com a má repercussão, o candidato se viu obrigado a pedir desculpas. "Quem me conhece, sabe que essas palavras não refletem quem eu sou", ele disse.

Na gravação, publicada na sexta-feira à tarde pelo jornal Washington Post e pela rede de televisão NBC, Trump descreve uma tentativa de fazer sexo com uma mulher casada. Também se gabou de mulheres que permitiram que ele as beijassem por causa de sua fama. "Quando você é uma estrela, elas permitem que você o faça. Você pode fazer qualquer coisa", afirmou o empresário à época, dizendo também que elas o deixavam agarrá-las pelo órgão sexual

No pedido de desculpas, postado em sua página no Facebook, o republicano assume que disse "coisas idiotas", mas que existe "uma grande diferença" entre palavras e ações, atacando em seguida o ex-presidente Bill Clinton, marido da candidata democrata, Hillary Clinton. "Clinton de fato abusou de mulheres", disse.

Em fala dirigida à sua adversária, Trump disse que "as vítimas" de Bill Clinton foram assediadas, atacadas, envergonhadas e intimidadas. O pedido de desculpas de Trump, que durou 90 segundos, foi uma tentativa de abafar uma ameaça à sua campanha, a cerca de um mês do dia das eleições.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia