Por clarissa.sardenberg
Publicado 01/11/2016 11:35 | Atualizado 01/11/2016 11:52

Japão - Uma mulher sofreu graves queimaduras após soltar um "pum" enquanto era operada e provocar um incêndio na sala de cirurgia do Hospital Universitário de Tóquio, no Japão. Na ocasião, médicos usavam um laser para um procedimento no colo do útero da paciente e o material inflamável liberado por ela provocou o incêndio, de acordo com o jornal "The Ashai Shimbun".

Mulher soltou 'pum' durante cirurgia e provou incêndio (Imagem ilustrativa) AFP

O caso ocorreu em abril deste ano, mas passou por uma investigação antes de vir a público. De acordo com a perícia, não houve nenhuma falha no material usado pela equipe de cirurgiões.

Segundo relatos, a paciente ficou em agonia, com o fogo queimando a maior parte da sua cintura e pernas.

"Quando o gás intestinal da paciente vazou no ambiente da operação, houve contato com a irradiação do laser, o que provocou as chamas. As chamas atingiram as cortinas e levaram ao incêndio", explica o relatório.



Você pode gostar