Mais Lidas

Meio-irmão do ditador Kim Jong-un é assassinado na Malásia

Kim Jong-nam teria sido envenenado por duas mulheres norte-coreanas

Por rafael.nascimento

Seul - Kim Jong-nam, meio-irmão do ditador norte-coreano, Kim Jong-un, foi morto na Malásia, segundo informações da agência de notícias Yonhap desta terça-feira. Outros meios de comunicação sul-coreanos também estão repercutindo o crime. De acordo com aYonhap, que cita uma fonte do governo sul-coreano não identificada, Kim Jong-nam foi assassinado na segunda-feira, mas não oferece mais detalhes. O irmão mais velho de Kim Jong-un era conhecido por ficar, na maior parte do tempo, fora do seu país de origem.

Kim Jong-nam%2C meio-irmão do ditador norte-coreano%2C Kim Jong-unReprodução

A TV Chosun — uma rede de televisão a cabo — afirma que, Kim Jong-nam teria sido envenenado por duas mulheres, que seriam operárias norte-coreanas, no aeroporto de Kuala Lumpur. A polícia da Malásia confirmou apenas que um homem foi encontrado morto no aeroporto. No entanto, foi falado que a identidade da vítima não foi verificada.

O filho mais velho do ditador Kim Jong-il era frequentemente apontado como o sucessor de Kim Jong-un.  Em 2001, Kim Jong-nam foi pego em um aeroporto japonês com um passaporte falso. Na ocasião, disse que tinha ido visitar a Disneyland de Tóquio. Ele estava escondido na Malásia desde a execução do seu tio Jang Song-thaek, em 2014.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia