Mais Lidas

Milhares de britânicos protestam contra saída da União Europeia

Cerca de 100 mil pessoas participam de protesto em Londres ao chamado Brexit, que passa a vigorar na quarta

Por tabata.uchoa

Inglaterra - Milhares de britânicos foram às ruas de Londres neste sábado para dizer não ao ‘Brexit’ e pedir a convocação de outro referendo antes que o governo comunique a saída do Reino Unido da União Europeia na próxima quarta-feira. Em um dia ensolarado na capital britânica, cerca de 100 mil pessoas, de acordo com o grupo Unidos pela Europa, que organizou o protesto, fizeram uma passeata partindo de vários pontos da cidade para se concentrar em frente ao Palácio de Westminster, sede do Parlamento, para dizer ‘não’ à saída do bloco europeu. 

Manifestantes se reuniram em frente ao Palácio de Westminster%2C sede do Parlamento%2C para dizer ‘não’ ao BrexitEfe

O evento contou com a participação de muitas famílias e jovens, e ocorreu em meio às fortes medidas de segurança em Londres por causa do atentado registrado na última quarta-feira, quando Khalid Masood matou quatro pessoas na Ponte de Westminster e na porta do Parlamento antes de ser abatido pela polícia. Com cartazes e bandeiras da UE, manifestantes fizeram uma passeata em ambiente festivo, que contou também com a presença de políticos pró-Europa, entre eles o líder liberal-democrata, Tim Farron, que exige um segundo referendo sobre o acordo final que o governo britânico firmar com a União Europeia.

Os manifestantes queriam expressar apoio ao projeto europeu no dia em que se celebrou o 60º aniversário do Tratado de Roma, embrião da atual União Europeia, e antes da ativação do ‘Brexit’. Ontem em Roma, os 27 países-membros da UE defenderam a unidade do bloco e estabeleceram as prioridades para a próxima década. Eles também para discutiram as bases para o futuro da UE após o Brexit. Os líderes chegaram sorridentes e descontraídos à sede da prefeitura de Roma.

Apoio ao projeto da UE

Na capital alemã, milhares de pessoas foram às ruas para mostrar apoio ao projeto europeu e protestar contra a ascensão do nacionalismo e do isolacionismo na região. O protesto percorreu o coração da cidade e terminou em frente ao emblemático Portão de Brandemburgo. Os manifestantes cantavam palavras de ordem a favor do projeto europeu e contra os movimentos eurofóbicos e ultradireitistas. Alguns manifestantes usaram caixas de papelão para simular o muro que dividiu a capital alemã nos tempos da Guerra Fria, dividindo a Europa em duas. Eles usavam camisetas e levaram balões com a bandeira da UE, cantando, em inglês e alemão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia