Mais Lidas

Advogado de homem retirado de voo da United diz que há acordo por evidências

Ele representa o médico David Dao, um passageiro de 69 anos que não queria desistir de seu assento na semana passada

Por thiago.antunes

Estados Unidos - O advogado de um homem arrastado para fora de um voo da companhia aérea United Airlines afirmou neste sábado que a empresa e autoridades da cidade de Chicago concordaram em preservar evidências do incidente.

O advogado Thomas Demetrio disse neste sábado que o acordo significa que uma audiência prevista para a próxima semana não vai ocorrer. Um processo não foi arquivado, mas Demetrio indicou que um que está a caminho.

Ele representa o médico David Dao, um passageiro de 69 anos que não queria desistir de seu assento na semana passada em um voo que saía do aeroporto internacional O'Hare, de Chicago. A companhia aérea queria retirá-lo da aeronave para abrir vaga a funcionários da empresa.

Demetrio disse que Dao perdeu os dentes, sofreu uma concussão e teve o nariz quebrado, como resultado da força empregada pela a polícia do aeroporto para removê-lo à força. Um vídeo do incidente tornou-se viral.

A United se desculpou e prometeu revisar as políticas de remoção de passageiros. Uma porta-voz da companhia aérea se recusou a comentar neste sábado, por causa de um litígio pendente. Um porta-voz da cidade não retornou imediatamente a uma mensagem

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia