Por sergio.mattos
Publicado 13/03/2014 18:10 | Atualizado 13/03/2014 18:18

RIO DE JANEIRO - As vendas no varejo subiram 0,4% em janeiro, na série com ajuste sazonal, em relação ao mês anterior, quando tinha registrado queda de 0,2%, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira.

A receita nominal, em expansão desde junho de 2012, registrou crescimento de 0,9% na comparação com dezembro.

Em relação a janeiro de 2013, as vendas do varejo nacional tiveram aumento de 6,2% e de 4,3% no acumulado dos últimos 12 meses.

Apenas o setor de quipamentos e material para escritório, informática e comunicação apresentou resultado negativo, com queda 4,6% na comparação com janeiro de 2013.

Nesse período, os setores que mais se destacaram foram os de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (5,5%); artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (13,6%); outros artigos de uso pessoal e doméstico (7,6%); móveis e eletrodomésticos (5,8%); combustíveis e lubrificantes (6,9%); tecidos, vestuário e calçados (4%); e livros, jornais, revistas e papelaria (4,2%).

Segundo o IBGE, a expansão do setor de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo deveu-se ao aumento do poder de compra da população e aos efeitos do aumento do salário mínimo, acima da inflação de 2013, a partir de 1º de janeiro.

O setor de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos foi impulsionado pelo efeito dos preços dos produtos farmacêuticos, que tiveram alta menor que a inflação geral. O grupo registrou aumento de 4,8% em seus preços nos 12 meses encerrados em janeiro, enquanto o IPCA subiu 5,6% no mesmo período.

No comércio varejista ampliado, que inclui vendas de veículos e motos, partes e peças, e materiais de construção, na série com ajuste sazonal, houve altas de 2,1% no volume de vendas e de 1,7% na receita nominal.

Em relação a janeiro de 2013, tanto as vendas quanto a receita subiram: 3,5% e 8,8%, respectivamente. O acumulado nos últimos 12 meses foi de 3,3% para o volume de vendas e de 8,8% para a receita nominal.

Oito das atividades das dez atividades pesquisadas, em relação a dezembro de 2013, registraram crescimento de vendas, com destaque para equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (6,0%) e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (4,2%).

Você pode gostar