Petrobras diz que sua carteira de desinvestimentos é "dinâmica"

Comunicado liberado pela estatal destaca ainda que a lista de ativos que podem ser vendidos pode sofrer alterações

Por bruno.dutra

São Paulo - A Petrobras reiterou nesta quinta-feira que sua carteira de desinvestimentos é dinâmica e a lista de ativos que podem ser vendidos pode sofrer alterações.

O comunicado da Petrobras foi divulgado em resposta a questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), após declarações do conselheiro que representa os funcionários da petroleira, Silvio Sinedino, de que a BR Distribuidora não será vendida.

A Petrobras não comentou especificamente a situação da BR Distribuidora.

"Reafirmamos que a carteira de desinvestimento é dinâmica, pois o desenvolvimento das transações dependerá das condições negociais e de mercado", disse a estatal.

Segundo Sinedino, a informação de que a BR Distribuidora não será vendida foi dada pelo presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, na última reunião do Conselho de Administração da estatal.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia