O passado encontra o futuro

Reedições ou modelos de grande longevidade mostram a evolução do mercado

Por leandro.eiro

Rio - Quando os fabricantes lançam seus veículos, eles esperam boas vendas, é claro. Porém, alguns carros vão além de meros produtos e se tornam históricos, atravessam várias gerações e colecionam glórias.


Na década de 30, na Alemanha nazista, foi criada a VW na imagem do Fusca, concebido para ser um ‘carro do povo’, mas que viria a se tornar um ícone na história do automóvel. Hoje, ainda que em uma versão moderna, traz no visual um pouco das suas raízes de quase 80 anos atrás.

Fora da Alemanha, outros países do mundo também viveram várias gerações de seus veículos, principalmente nos Estados Unidos e Japão. Os ‘Muscle Cars’ norte-americanos, gloriosos nas décadas de 60 e 70, estão presentes nos dias atuais, mas com um pouco menos de prestígio. Os japoneses deixaram nas décadas passadas as posições de coadjuvantes para se tornarem, também, protagonistas do mercado global de automóveis.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia