Agile e Clio tiram nota zero em testes de colisão

Modelos sem airbag tiveram pior resultado de todos as avaliações feitas pelo Latin NCAP

Por leandro.eiro

Rio - O Latin NCAP, órgão que avalia a segurança dos modelos comercializados na América Latina, tem mostrado que os carros vendidos sem airbag no Brasil não são seguros. Há casos que até modelos equipados com as bolsas infláveis não obtiveram bons resultados nos testes. Nesta quarta-feira o instituto divulgou novos resultados de dois modelos nossos sem o acessório, o Chevrolet Agile e Renault Clio, que simplesmente tiveram nota zero em proteção para adultos.

Chevrolet Agile%3A Habitáculo instável segundo o Latin NCAPDivulgação


Na proteção para as crianças no assento traseiro, o GM conseguiu ter alguma vantagem em relação ao Renault: Duas estrelas contra uma. A dupla registrou a pior avaliação de todos os modelos testados pelo Latin NCAP desde a sua fundação.

Segundo o instituto, o impacto sofrido pelas cabeças dos dummies (bonecos de testes) foram "inaceitavelmente altas" para motorista e carona no Clio e para o motorista no Agile. Ainda no modelo da GM, os esforços dos passageiros são elevados no impacto em razão da “instável estrutura do habitáculo do carro, expondo a área dos pés do motorista a maiores riscos”. Já no Clio, as crianças correm risco pois há “baixa compatibilidade para a cadeirinha infantil e um fraco desempenho nos testes dinâmicos”.

Vale ressaltar que a linha atual do Agile possui airbags, o Clio ainda não. Outros carros foram testados nesta bateria, porém nenhum deles é comercializado no Brasil.




Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia