Citroën C4 Lounge chega em setembro. Preços começam em R$ 59.900

Novo sedã médio aposenta o obsoleto Pallas. Francês vai brigar com Honda Civic, Toyota Corolla e Chevrolet Cruze

Por leandro.eiro

Mendoza (Argentina) - A Citroën tem árdua tarefa pela frente. Brigar de igual para igual no segmento dos sedãs médios. Para tanto, a francesa resolveu aposentar o C4 Pallas para entregar a nova geração do modelo. Esta, agora, recebeu novo nome de batismo, C4 Lounge, que chega às concessionárias brasileiras na segunda quinzena de setembro, com preços entre R$ 59,9 mil e R$ 77,9 mil. A expectativa é vender 1,5 mil unidades/mês e alcançar a quarta posição - ficaria atrás de Honda Civic, Toyota Corolla e Chevrolet Cruze.

Citroën C4 Lounge chega para aposentar o PallasDivulgação


E para não fazer feio na acirrada disputa, o modelo desembarcará no Brasil com novidades e não somente no visual - o aspecto um tanto sisudo do C4 Pallas foi substituído por desenho moderno e agradável. A principal novidade é a adoção do motor turbo 1.6 THP de 165 cv de potência - a antiga motorização 2.0 l de 151 cv permanece sendo oferecida. Além da nova opção de propulsor, o C4 Lounge também passa a adotar transmissão automática de seis velocidades - no C4 Pallas era a sofrível caixa de quatro marchas.

Fabricado na Argentina

O C4 Lounge será oferecido em quatro versões. A de entrada é a Origine - tem motor 2.0 litro e airbag duplo, ar, rodas aro 16, vidros elétricos dianteiros e traseiros, luzes diurnas de LEDs e volante com regulagem de altura e de profundidade, entre outros - custa R$ 59,9 mil. A Tendence tem os mesmos itens e motor da Origine, acrescidos de ar digital, sensor de estacionamento, rodas aro 17 e sensor de chuva, entre outros - sai a R$ 62,4 mil. Opcionalmente, transmissão automática de seis marchas - R$ 66,9 mil.

Já a Exclusive tem os mesmos equipamentos da Tendence, mais câmbio automático, quatro airbags, controles eletrônicos de estabilidade e de tração e volante revestido em couro - R$ 72,4 mil. A Exclusive THP tem motor 1.6 turbo, bancos em couro, câmera de ré, dispositivo nos retrovisores que alertam sobre pontos cegos e sistema de navegação, entre outros - custa R$ 77,9 mil.

O acabamento interno tem elementos vindo da linha DSDivulgação


Em teste realizado nos arredores de Mendoza, Argentina, o C4 Lounge - avaliamos a versão top, a Exclusive THP - demonstra que a Citroën resolveu arregaçar as mangas para entregar um sedã bem mais ajustado do que o C4 Pallas. O acabamento interno tem elementos vindo da linha DS, com materiais agradáveis ao toque. Ajustes de altura e profundidade do banco e do volante entregam posição de dirigir com boa ergonomia e controles à mão.

Nos circuitos rodoviários e urbanos com a versão topo de linha, o conjunto motor turbo e caixa automática de seis marchas tem bom entrosamento e dialoga de forma harmoniosa. Há boa disposição mesmo com quatro ocupantes dentro do C4 Lounge. Acelerações e retomadas ainda garantem prazer ao dirigir. Um senão é que não há borboletas atrás do volante para as trocas sequenciais de marchas - a operação é na própria manopla.

Outro quesito que surpreendeu é o conjunto da suspensão. Não é mais molenga como no C4 Pallas, com oscilações de carroceria incômodas. Ao contrário, a calibração torna o C4 Lounge até mais estável nas curvas. Porém, o ajuste deveria privilegiar um pouco mais o conforto. Mesmo com boa absorção das imperfeições do piso, sons de pancadas secas ainda são ouvidos ao se passar por irregularidades do asfalto ou buracos.

O repórter viajou a convite da Citroën

C4 Lounge tem desafio difícil pela frente%3A enfrentar Civic%2C Corolla e CruzeDivulgação


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia