Três moradores de rua podem ter morrido por causa do frio em SP

Casos foram registrados como mortes suspeitas pela polícia, mas estão são apurados pelo IML como provável hipotermia

Por helio.almeida

São Paulo – Três homens morreram desde quarta-feira na capital paulista, possivelmente por causa da queda de temperatura registrada esta semana. Os casos foram registrados como mortes suspeitas pela polícia, mas estão sendo apurados pelo Instituto Médico-Legal (IML) como provável hipotermia.

Os corpos de dois homens em situação de rua foram encontrados no início da manhã de ontem (25). Luiz Carlos Palegio Correia, de 58 anos, foi recolhido às 7h15 em uma calçada da rua Francisco José Viana, no distrito de Cidade Tiradentes, zonal leste. O filho do homem informou que ele era alcoólatra e morava nas ruas há muito tempo. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial (DP).

Na Rua São Paulo, bairro da Liberdade, o corpo de um homem de 50 anos foi recolhido às 8h20. O homem estava em uma calçada e não apresentava sinais de violência. O caso foi registrado no 56º DP.

Na manhã de quarta-feira, a madrugada foi a mais fria do ano na cidade – chegou a 4 graus Celsius (4ºC), segundo o Centro Gerenciamento de Emergências (CGE) –, um corpo foi encontrado na região central da capital. O morador de rua, de 35 anos, foi recolhido por policiais militares, na rampa de acesso ao Terminal Parque Dom Pedro II. Ele estava enrolado em um cobertor e não havia marcas de violência pelo seu corpo. O caso foi registrado no 1º DP.

Para os próximos dias, a previsão é que o frio diminua. Segundo o CGE, no sábado (27) o sol aparece e os termômetros vão ficar em torno dos 9ºC, com máxima de 18ºC. Não há previsão de chuvas. O domingo será ensolarado, com máxima de 20ºC. Haverá no domingo grande probabilidade de formação de nevoeiros isolados ao amanhecer, o que deve prejudicar a visibilidade em aeroportos e rodovias.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia