Rompimento de dique atinge cerca de 700 casas em Porto Alegre

Cerca de mil pessoas foram afetadas pelo rompimento. Moradores foram encaminhados para Escola Municipal Liberato Vieira da Cunha

Por julia.amin

Brasília – O rompimento de um dique de contenção da represa do Rio Gravataí, na madrugada deste sábado, provocou alagamento no bairro Sarrandi, em Porto Alegre. Segundo o secretário de Defesa Civil, Ernesto Teixeira, cerca de 700 casas foram atingidas. "É a maior tragégia de derramamento de água [em Porto Alegre] depois da grande enchente de 1941", avaliou Teixeira em entrevista por telefone à Agência Brasil.

Ruas ficaram cheias d’água o dia todo. Dique foi reparado com pedras%2C areia e brita. Ninguém se feriuCristine Rochol / PMPA

A prefeitura informou ainda que o trecho fissurado passa por reconstrução com areia e brita. De acordo com o secretário da Defesa Civil, a água ainda está subindo, porque o dique ainda não foi totalmente recuperado. Funcionários da prefeitura trabalham no local desde a 1h.

Os moradores atingidos estão sendo removidos para Escola Municipal Liberato Vieira da Cunha. A prefeitura providenciou alimentação para cerca de mil pessoas afetadas pelo rompimento. De acordo com a prefeitura, não há registro de feridos.

Segundo a prefeitura, as causas do rompimento estão sendo apuradas. Como medida de segurança, foi interrompida a transmissão de energia elétrica na região durante a noite e o início da manhã, mas o fornecimento já foi normalizado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia