Dilma vai a velório do governador do Sergipe

Cerimônia sm horário definido será aberta à população

Por helio.almeida

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff viaja nesta segunda-feira para Aracaju, capital de Sergipe, para o velório do governador Marcelo Déda, que morreu por volta das 4h45 no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. De acordo com o governo de Sergipe, o corpo de Déda será velado no Palácio-Museu Olímpio Campos. O velório, que ainda não teve o horário definido, será aberto à população.

Dilma e DédaReprodução Internet

O governador em exercício, Jackson Barreto, vice na chapa que reelegeu Déda em 2010, decretou luto oficial de sete dias. Vítima de um câncer gastrointestinal, Déda foi internado no Hospital Sírio-Libanês no dia 27 de maio com dificuldade para se alimentar. No sábado, seu estado de saúde apresentou piora progressiva. Casado duas vezes, o governador deixa cinco filhos.

A presidenta Dilma Rousseff se considerava grande amiga de Déda e admirava sua habilidade política e sensibilidade para lidar com as situações. “Eu perdi hoje um grande amigo, daqueles das horas boas e más. Déda fará falta. Mas seu exemplo nos guiará”, disse Dilma em nota de pesar.

No início desta tarde, a presidenta participou, no Palácio do Planalto, da assinatura do primeiro contrato para partilha e exploração do pré-sal – relativo ao bloco de Libra, que teve como vencedor o consórcio formado pelas empresas Petrobras (40%), Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e Cnooc (10%).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia