Polícia Federal investiga fraude de R$ 73 milhões na Mega-Sena

Segundo a Caixa Econômica Federal, trata-se do maior desvio de fundos da história da instituição

Por tamara.coimbra

Tocantis - A Polícia Federal (PF) realiza neste sábado uma operação para combater organização criminosa que teria praticado fraude milionária contra a Caixa Econômica Federal relacionada à Mega-Sena em 2013. A Caixa informou à PF que se trata do maior desvio de recursos de história da instituição.

A Operação Éskhara ocorre simultaneamente em Goiás, Maranhão e São Paulo por meio de mandados de prisão preventiva, busca e apreensão e condução coercitiva.

A PF diz que a quadrilha abriu uma conta bancária em Tocantinópolis (TO) para receber um falso prêmio da Mega-Sena no valor de R$ 73 milhões. Ao ser creditado, o valor foi distribuído por diversas outras contas bancárias. O gerente da agência da Caixa na cidade já foi preso e há a suspeita de participação de um suplente de deputado federal do Maranhão.

Carros da Polícia Federal durante operação Divulgação


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia