Piloto freia avião e diz aos passageiros que quase bateu em outra aeronave

Vídeo mostra o piloto explicando que por segundos o avião que decolava não se chocou de frente com uma que aterrissava

Por tamara.coimbra

Sergipe - O piloto de um avião da companhia Azul Linha Aéreas, com origem para cidade de Campinas, interrompeu a decolagem nesta quarta-feira, no Aeroporto Santa Maria, em Aracaju, ao perceber que poderia colidir com outra aeronave que estava prestes a aterrissar. O piloto informou aos passageiros sobre a possibilidade de acidente. Um vídeo feito por um passageiro mostra o piloto explicando o incidente.


De acordo com o piloto, os aviões iam colidir em apenas 20 segundos, e por isso teve que acionar o freio de emergência. O condutor informou ainda que a distância entre as duas aeronaves era de apenas 120 metros, onde percorriam o mesmo caminho. Além disso, o piloto disse que a situação estava pior por causa da chuva, e isso prejudicava a visibilidade da pista.

O gerente de operações em segurança do aeroporto de Aracaju, Juney Vidigal, relatou que o avião não chegou a decolar, e informou ainda que a responsabilidade pelo controle de pousos e decolagens é da Força Aérea Brasileira (FAB).

Em nota a Azul, divulgou que a decisão de abortar a decolagem ocorreu após a tripulação verificar o risco de choque. Veja a nota abaixo:

"São Paulo, 15 de maio de 2014 - A Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que a aeronave que faria o voo 4101, que faz a rota entre Aracaju e Maceió teve sua decolagem abortada por sua tripulação após receber indicação de potencial conflito de tráfego devido à indicação da presença de outra aeronave em sua trajetória. Após o ocorrido, a aeronave retornou ao terminal onde foi posteriormente inspecionada pelos técnicos de manutenção e liberada para o voo com atraso de uma hora. A companhia lamenta eventuais transtornos aos seus Clientes e ressalta que tal ação foi uma manobra de caráter preventivo, executada sem colocar em risco a segurança dos ocupantes e sem causar danos à aeronave.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia