Grupo rouba loja de fogos e provoca violência durante protesto em Guarulhos

Cerca de 50 pessoas bloquearam rua com pneus, atearam fogo em carros e utilizaram os fogos contra a Polícia Militar

Por fernanda.magalhaes

São Paulo - Um protesto por melhores condições de moradia terminou em violência na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Carro é incendiado por grupo após manifestação em GuarulhosReprodução TV

De acordo com a Polícia Militar, 50 pessoas, aparentemente menores de idade, interditaram a Rua João Jamil Zafire, no bairro do Taboão – próximo ao Aeroporto de Cumbica –, ao atear fogo em pneus.

Quando a Polícia Militar apareceu para desbloquear a pista, o grupo saqueou uma loja de fogos de artifícios e passou a usar os artefatos contra os soldados e contra veículos estacionados, que acabaram incendiados.

A polícia não confirma o número de oficiais encaminhados para conter os distúrbios, mas um grupo da Força Tática se aproximou dos manifestantes empunhando escudos e escopetas carregadas com bala de borracha. A PM lançou bombas de efeito moral para dispersar o grupo, mas nem todos deixaram o local. Somente às 19h40, a Tropa de Choque aparceu.

Os manifestantes iniciaram o protesto às 17h reivindicando melhores condições de moradia, mas por volta das 18h40, os distúrbios iniciaram. Até o momento não havia registro de feridos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia