Dilma sobrevoa áreas atingidas por chuvas no Rio Grande do Sul

De acordo com a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, 168 municípios foram afetados pelas chuvas

Por tamara.coimbra

Rio Grande do Sul - A presidenta Dilma Rousseff sobrevou neste sábado as áreas atingidas pelas chuvas em Uruguaiana, na fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Dilma e o governador do estado, Tarso Genro, saíram da capital, Porto Alegre, às 9h15 e chegaram à região por volta das 10h30. Eles sobrevoaram durante cerca de dez minutos os 12 bairros atingidos pelas chuvas que castigam o Rio Grande do Sul desde o final de junho.

Após o sobrevoo, a presidenta e o governador reúnem-se com prefeitos da região para discutir as condições da população prejudicada pelas chuvas. Na reunião, devem ser anunciadas medidas de emergência e auxílio aos municípios.

De acordo com a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, 168 municípios foram afetados pelas chuvas. Destes, 138 estão em situação de emergência e dois em estado de calamidade pública. A Defesa Civil informou que 2.392 pessoas estão desalojadas, 558, desabrigadas. Ainda segundo o órgão, três pessoas morreram e uma está desaparecida.

Após cumprir agenda oficial em Uruguaiana, Dilma retorna a Porto Alegre e, em seguida, volta para Brasília.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia