Dilma venceria Aécio e Campos no segundo turno, revela pesquisa

Ibope mostra a presidenta na frente, com 38% das intenções de voto

Por bferreira

São Paulo - Pesquisa divulgada ontem pelo Ibope mostra a presidenta Dilma Rousseff (PT) com 38% das intenções de voto. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 22%, enquanto Eduardo Campos, do PSB, está com 8%. Com esse resultado, não há definição clara sobre a ocorrência de segundo turno ou não.

Nas simulações de segundo turno, Dilma venceria tanto Aécio quanto Eduardo. Ela aparece com 41% das intenções de voto contra 33% do tucano. Ela tem também 41% contra 29% de Campos. Brancos e nulos são 18% e indecisos, 8%.

Na pesquisa anterior do Ibope, de 15 de junho, Dilma tinha 39%, Aécio Neves aparecia com 21% e Campos tinha 10%. Na época, as simulações de segundo turno apontaram Dilma com 43% das intenções de voto e Aécio, 30%. No cenário de segundo turno, no início de junho, a petista tinha 43% contra 27% de Campos.

Pelo levantamento do Ibope, encomendado pela Rede Globo e o jornal ‘O Estado de S.Paulo’, o pastor Everaldo (PSC) é escolhido por 3% dos eleitores. Luciana Genro (Psol), José Maria (PSTU) e Eduardo Jorge (PV) têm 1% cada. Outros nanicos somam 1%. Brancos e nulos são 16% e indecisos, 9%. Na pesquisa de junho, brancos e nulos eram 13% e indecisos, 8%.

As taxas de rejeição a Dilma e Aécio oscilaram pouco de junho para cá. No mês passado, 38% dos eleitores disseram que não votariam de jeito nenhum na presidenta. Hoje são 36%. No mesmo período, a rejeição ao tucano variou de 18% para 16%.

A taxa de rejeição a Eduardo Campos caiu de 13% para 8%, e a do pastor Everaldo foi de 18% para 11%. Segundo o levantamento, 13% disseram que poderiam votar em todos os candidatos.

O levantamento do Ibope foi realizado do dia 18 a 21 de julho. Foram feitas 2002 entrevistas em todas as regiões do Brasil. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, em um nível de confiança estimado em 95%.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia