Estudante é feita refém em escola por adolescente que conheceu na Internet

O adolescente de 17 anos foi morto pela polícia após invadir a escola em Minas Gerais e fazer uma aluna refém

Por tamara.coimbra

Minas Gerais - Uma estudante foi feita refém por um adolescente de 17 anos que invadiu, na tarde desta terça-feira, a Escola Municipal Machado de Assis em Ituiutaba, Minas Gerais. De acordo com a assessoria da Polícia Militar (PM), o rapaz estava bastante exaltado e chegou a ferir a menina e um policial militar, que efetuou um disparo e matou o jovem. A estudante informou que conheceu o adolescente pela Internet.

Segundo policiais, assim que chegaram ao local a negociação foi iniciada, mas o rapaz não cedia e ameaçava a menina com um facão. Agentes disseram ainda que ao perceberem que ele iria cortar o pescoço da garota, eles decidiram se aproximar e segurar o facão e um PM foi ferido. Na ocasião, foi necessário efetuar disparo de arma de fogo, para salvar a vida da menina. O jovem morreu.

De acordo com o diretor da escola, Mário Calil Sobrinho, a estudante feita refém conheceu o adolescente pela Internet. Além disso, Mário informou que o jovem empurrou uma funcionária que toma conta da entrada do portão da escola e foi até o pátio, na hora do recreio, e fez a menina de refém.

A Prefeitura de Ituiutaba emitiu uma nota de pesar lamentando o ocorrido na Escola Municipal Machado de Assis. O comunicado informa que as aulas serão suspensas nesta quarta-feira, a fim de contribuir para a apuração dos fatos.

O policial autor do disparo que matou o adolescente, aguarda resposta da Justiça Militar sobre a penalidade aplicada.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia