Sem acordo, greve de ônibus em Recife entra no terceiro dia

Cerca de dois milhões de passageiros são prejudicados pela paralisação

Por tamara.coimbra

Pernambuco - A greve de ônibus de Recife entrou no terceiro dia nesta quarta-feira. Os motoristas, fiscais e cobradores exigem reajuste de 10% no salário, e um aumento no vale refeição de R$ 171 para R$ 320. Na audiência realizada na tarde desta terça-feira no Tribunal Regional do Trabalho da 6º Região, funcionários dos coletivos e empresas não conseguiram entrar em um acordo sobre os valores do reajuste. Sendo assim, os empregados decidiram manter a paralisação.

Hoje, o Grande Recife gerencia um sistema operacionalizado por 18 empresas de ônibus, que realizam mais de 26 mil viagens por dia, transportando cerca de dois milhões de passageiros, diariamente na região metropolitana. São mais de três mil ônibus e 390 linhas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia