Eduardo Campos morre no mesmo dia do avô Miguel Arraes

Notícia da morte de candidato carrega uma coincidência envolvendo seu avô

Por O Dia

Rio - O ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos morreu na manhã desta quarta-feira após o jato particular em que viajava cair em um bairro residencial em Santos, no litoral de São Paulo. Candidato à Presidência pelo PSB, Campos morreu no mesmo dia que seu avô, Miguel Arraes. Ex-governador de Pernambuco Arraes morreu de infecção generalizada em 13 de agosto de 2005.

GALERIAS:

Confira trajetória de Eduardo Campos

Veja imagens do acidente

Eduardo Campos e o avô%2C Miguel ArraesReprodução

Morte em queda de jatinho

O jato modelo Cessna 560 XL prefixo PR AFA que transportava o candidato decolou do Rio de Janeiro às 9h21 em direção a Guarulhos e caiu no bairro Boqueirão. Bombeiros ainda não informaram o número de pessoas a bordo nem o estado de saúde dos feridos. As primeiras informações são de que pelo menos 10 pessoas ficaram feridas.

Viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), da Polícia Militar e dos bombeiros estão no local.

Marina Silva teria desistido na última hora de embarcar na aeronave

De acordo com as primeiras informações, a candidata à vice na chapa de Eduardo Campos, Marina Silva (PSB), desistiu na última hora de embarcar na aeronave onde estava Eduardo Campos. Ela deveria estar no jato particular que caiu em Santos, mas acabou desistindo na última hora e tomou um avião de carreira. Marina está se dirigindo à Santos para acompanhar o trabalho do Corpo de Bombeiros.

Pelo Twitter, a Rede Sustentabilidade, partido de Marina que não chegou a ser oficializado por falta de assinaturas, lamentou a morte do ex-governador. "Todos estamos chocados com a morte de Eduardo Campos, em queda de avião hoje de manhã. Marina Silva segue agora para Santos (SP)."

Últimas de _legado_Brasil