Juíza que soltou assassino do cartunista Glauco diz que não se arrepende

Carlos Sundfeld foi preso nesta segunda suspeito de cometer um latrocínio e uma tentativa de latrocínio em Goiânia

Por tamara.coimbra

São Paulo - A Juíza Telma da Silva Alves diz que não se arrepende de ter dado liberdade para o assassino confesso do cartunista Glauco Vilas Boas e do filho dele Raoni Vilas Boas. Carlos Eduardo Sundfeld Nunes foi preso nesta segunda-feira sob a acusação de latrocínio em Goiânia.

Carlos Eduardo Sundfeld, acusado de matar o cartunista Glauco Reprodução Vídeo

Laudos psiquiátricos atestam que o rapaz sofre de esquizofrenia, ou seja, não responde na esfera criminal por atos praticados. Ele chegou a ficar internado em uma clínica, mas há um ano foi autorizado pela justiça a continuar o tratamento em liberdade.

"Uma coisa não tem haver com a outra. Ele foi julgado e foi absolvido. Quando o juiz paulista absolveu, ele disse que ele é louco e alegou que não sabe o que faz. Ele vai aplicar medida de segurança, que é tratamento psiquiátrico.”, afirmou a Juíza em entrevista à Rádio Bandeirantes.

A juíza afirmou ainda que Cadu não deve ficar preso e por muito tempo e nem ser julgado após cometer os crimes em Goiana. “O juiz pode mantê-lo detido para fazer os exames, pode até ficar internado, mas tudo é provisório, pois ele voltará a fazer o tratamento em liberdade.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia