Presidente do PT tacha parecer de golpista

Rui Falcão condena os defensores do impeachment da presidenta Dilma Rousseff

Por felipe.martins , felipe.martins

São Paulo - O presidente nacional do PT, Rui Falcão, tachou nesta quarta-feira de “flerte com o golpismo” e de “chuvas de verão” o parecer jurídico feito pelo advogado Ives Gandra Martins, que afirma haver fundamentos para o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff por causa do escândalo da Petrobras.

O parecer foi produzido a pedido de José de Oliveira Costa, advogado que trabalha para o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e integra o conselho do Instituto FHC, conforme revelou a “Folha de S. Paulo’.

“Não vejo nem base jurídica nem base política para isso. A presidenta Dilma foi eleita e está conduzindo o país conforme o programa vitorioso nas urnas. Essas tentativas que são aqui ou ali ensaiadas, de flerte com o golpismo, não levo a sério porque a população brasileira está muito firme com a ideia da democracia. São chuvas de verão”, disse Falcão.

A portas fechadas, em reunião com a bancada do PT na Câmara, Falcão considerou o parecer como “ovo da serpente”, que precisa ser combatido pela militância petista. Nos últimos dias, integrantes do PSDB têm falado sobre impeachment de Dilma. Há dois dias, em viagem oficial a Campo Grande (MS), Dilma foi vaiada” e cerca de 50 manifestantes defenderam o seu impeachment.

Fernando Henrique disse que não sabia do parecer e que “neste momento”, o impeachment “não é uma matéria de interesse político”. Há um receio no Palácio do Planalto que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, dê continuidade a eventual pedido de impeachment da petista.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia