Mais Lidas

Estudantes desocupam escolas em SP

A desocupação de parte das unidades ocorre depois de o governo do estado suspender a reorganização do ensino

Por fernanda.macedo

São Paulo - O número de escolas desocupadas em São Paulo aumentou para 105 no início na manhã desta segunda-feira, segundo a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Estudantes ainda mantém ocupações em 84 unidades, em defesa de um debate mais amplo sobre a educação, envolvendo todas as partes, no próximo ano. Os dados do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) são diferentes e estimam que 118 escolas foram desocupadas e 95 unidades seguem ocupadas.

A Secretaria informou que registrou Boletim de Ocorrência nos casos em que as escolas foram devolvidas com depredação ou objetos furtados. Informou ainda que, conforme as escolas estão sendo desocupadas, as aulas de reposição estão sendo organizadas.

A desocupação de parte das escolas ocorre depois de o governo do estado suspender a reorganização do ensino. O projeto da Secretaria previa o fechamento de 94 escolas e a transferência de cerca de 311 mil estudantes para instituições de ensino na região onde moram. O objetivo da reorganização, segundo o governo, era segmentar as unidades em três grupos, conforme a idade e o ano escolar. De acordo com o órgão, a segmentação melhora o rendimento dos alunos. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia