MST ocupa Ministério da Fazenda em Brasília

Cerca de 200 pessoas estão no local. Eles querem que a Companhia Energética de Goiás não seja privatizada e defende uma reforma agrária popular

Por rafael.souza

Brasília - Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), do Movimento dos Sem-Teto e dos Atingidos por Barragens, entre outros, ocupam na manhã desta quarta-feira a portaria principal do Ministério da Fazenda, em Brasília.

A Polícia Militar do Distrito Federal disse que há 200 manifestantes, mas o MST afirma que o número é maior.

O movimento pede que a Companhia Energética de Goiás não seja privatizada e defende uma reforma agrária popular. Eles esperam ser atendidos pelo ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, por volta das 10h. Os funcionários do Ministério da Fazenda têm acesso ao prédio pelo edifício anexo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia