Polícia Federal deflagra mais uma fase da Operação Lava Jato

22ª fase da investigação acontece em São Paulo e Santa Catarina. Objetivo é cumprir 22 mandados judiciais

Por rafael.souza

Brasília - A Polícia Federal, iniciou hoje a 22ª fase da Operação Lava Jato. A operação é chamada de Triplo X, cumprindo seis mandatos de prisão temporária e dois de condução na capital paulista, em São Bernardo do Campo, em Santo André, em Joaçaba, em Santa Catarina, além de um total de 15 mandatos de busca e apreensão.

Segundo um procurador que integra a força-tafera, também estão sendo investigados todos os apartamentos do condomínio Solaris, no Guarujá, em São Paulo. Entre os imóveis há a reserva de um apartamento triplex feita pela OAS, supostamente para familiares do ex-presidente Lula. Os presos serão levados para a superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde permanecerão à disposição da Justiça. Entre os crimes investigados estão corrupção, fraude, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. 

22ª fase da Operação Lava Jato acontece em São Paulo e Santa CatarinaDivulgação

A PF apura a existência de estrutura criminosa na abertura de empresas off-shores e contas no exterior. Essas empresas teriam sido criadas para ocultar crimes de corrupção com recursos de delitos praticados na Petrobras.

A operação investiga a ocultação de patrimônio através de um empreendimento imobiliário. Há suspeitas de que uma das empreiteiras envolvidas na operação Lava Jato teria se utilizado do negócio para repasse disfarçado de propina a participantes do esquema criminoso da Petrobras. Haverá uma coletiva de imprensa em Curitiba, às 10h.

Com informações da Agência Brasil

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia