Plano de Negócios: Swarovski em franquia

Grife entrou no segmento este ano e espera chegar em dezembro com oito lojas em funcionamento em SP

Por nara.boechat

Rio - Quando o inventor e idealista boêmio Daniel Swarovski mudou-se para a aldeia de Wattens, no Tirol austríaco, levando a tiracolo sua recém-inventada máquina de lapidar e polir cristais para joias, talvez não imaginasse que seu sobrenome se tornaria uma importante grife do mercado de luxo. E luxo pode até ser para poucos, mas cabe direitinho no mercado de franquias no Brasil.

Swarovski espera chegar em dezembro com oito lojas em funcionamento em São PauloPatricia Stavis

A Swarovski entrou no segmento este ano e espera chegar em dezembro com oito lojas em funcionamento em São Paulo, Santos, Jundiaí, Sorocaba, Salvador, Recife, Natal e Niterói. Carla Assumpção, diretora geral da Swarovski Consumer Goods Business Brasil, diz que a meta é chegar até 2016 com 30 unidades franqueadas. A rede, com 450 lojas espalhadas pelo mundo — todas passando até 2014 por um processo de remodelagem, chamado conceito Crystal Forest — tem 20 butiques no país, nos principais eixos da moda. “Em outros mercados a empresa opera com lojas próprias, parceiros independentes e multimarcas. Esses parceiros independentes seguem um formato parecido com a franquia. Aqui, o investimento depende do tamanho da loja e pode ficar entre R$ 600 mil a R$ 720 mil”, diz ela.

Nas franqueadas, o cliente encontra bolsas, chaveiros, carteiras, relógios, anéis, colares, brincos, broches e pulseiras, além de artigos de decoração. O treinamento dos novos lojistas tem tudo que uma franquia costuma oferecer e algumas particularidades, como uma coleção de roupas para os vendedores usarem no trabalho. As cerâmicas com aplicação de cristais Swarovski não serão vendidas nas lojas.

Reportagem de Érica Ribeiro

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia