EUA proibem smartphones e tablets da Samsung por quebra de patentes

Obama tem até 60 dias para vetar restrição à comercialização de produtos sul-coreanos que infringem patentes da Apple

Por marlos.mendes

Rio - Smartphones e tablets da Samsung estão proibidos e podem banidos do mercado norte-americano. Nesta sexta-feira, a Apple venceu a última instância do processo que move contra a sul-coreana por quebra de patentes - no caso, duas: uma com relação à tela touchscreen e outra sobre reconhecimento de fones de ouvido e microfones.

Na prática, isso significa que está proibida a comercialização do smarphone Galaxy S4 e o tablet Galaxy Tab nos EUA, assim como de outros aparelhos da fabricante sul-coreana que desrespeite patentes.

A palavra final sobre o caso caberá ao presidente Barak Obama, que tem até 60 dias para decidir se aprova a recomendação do agência reguladora que julgou o caso (International Trade Comition).

Segundo analistas, o presidente deve acatar a decisão do ITC, pois recentemente vetou proibição semelhante a produtos da Apple nos EUA, o que seria um sinal de que Obama apoia a fabricante americana.

Samsung e Apple brigam por patentes há mais de 2 anos em dez países.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia