Ordem de escolha de imóveis no Porto Maravilha sai neste sábado

Mil imóveis serão sorteados para servidores municipais

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - A Prefeitura do Rio faz neste sábado o sorteio para direito de compra de mil imóveis na região do Porto Maravilha. O servidor municipal ativo ou aposentado que desejar concorrer a uma das unidades do Porto Vida Residencial tem até o meio-dia desta sexta-feira para se cadastrar no site www.portovidaservidor.com.br. Segundo o Previ-Rio, até ontem havia nove mil inscritos e a estimativa é de que a quantidade ultrapasse de 10 mil funcionários interessados em participar do sorteio.

Cada servidor vai receber um número destinado à extração da Loteria Federal. A lista dessa inscrição será publicada hoje, até as 18h, no site do Previ-Rio em www.rio.rj.gov.br/web/previrio.

Se o bilhete da loteria for de número 5.420, por exemplo, o primeiro servidor com direito à escolha de uma unidade vai ser o que teve o número 5.420 atribuído ao seu nome. O segundo, 5.421; o terceiro, 5.422 e assim por diante. Ao término da sequência de servidores inscritos, o cadastro será retomado, voltando para a referência zero até chegar ao número já sorteado pela Loteria Federal.

O VLT vai passar em frente ao empreendimento na região do PortoDivulgação

Preferência

É importante ressaltar que o sorteio não garante que uma unidade do empreendimento será do servidor. O evento é destinado para organizar a ordem de preferência da escolha do imóvel. A cada desistência ou impossibilidade de assinatura de contrato com a Caixa Econômica Federal, será respeitada a ordem estabelecida do sorteio feito amanhã.

Regras do edital

As regras do sorteio estão no Diário Oficial do Município do Rio. O Previ-Rio vai anunciar hoje quando será a divulgação oficial do resultado do sorteio. Os apartamentos serão vendidos a partir de R$ 420 mil. Não está definido o valor máximo da unidade. Ao todo, serão 1.300 apartamentos de 2 ou 3 quartos, sendo mil imóveis prioritários para os servidores.

Mais detalhes

Os primeiros mil servidores serão convocados, por ordem de sorteio, para escolher a unidade que mais gostar. No dia determinado pelo Previ-Rio, o funcionário vai conhecer os detalhes do imóvel e os respectivos valores. Ainda não está definido se ele vai se apresentar em um estande de venda no Clube do Servidor ou em uma agência da Caixa Econômica Federal.

?100% financiado

Os contratos terão duração de até 35 anos e os juros serão entre 7,7% e 8,3% ao ano, mais TR (Taxa Referencial) anual. A correção vai depender do sistema usado pelo servidor, que poderá ser, por exemplo, o SFH (Sistema Financeiro de Habitação). As unidades vão abrigar os árbitros e jornalistas nas Olimpíadas de 2016. O servidor só vai morar no imóvel em 2017.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia