Pai de santo diz que Eike deve procurar maior proteção para afastar inveja

Milionário culpou os executivos da petroleira OGX, que não o teriam orientado corretamente na condução da empresa

Por bferreira

Rio - Para espantar a crise financeira e de credibilidade que vem enfrentando em seus empreendimentos, o empresário Eike Batista deve recorrer à ajuda espiritual para espantar o azar e a inveja. Pelo menos é o que recomendam os especialistas em assuntos esotéricos e espirituais.

Eike BatistaReuters

Em recente entrevista ao jornal norte-americano ‘The Wall Street Journal’, o agora milionário culpou os executivos da petroleira OGX, que não o teriam orientado corretamente na condução da empresa, e também a falta de sorte nos últimos meses. “Se você olhar para o meu mapa astral, esse período não foi favorável para mim”, disse Eike. “A boa fase? Ela já começou, literalmente, este mês”.

De acordo com a astróloga Lúcia Veiga Netto, a configuração planetária influencia a vida das pessoas. “Mas, mesmo num momento ruim, temos livre arbítrio para tornar a situação favorável”, explica Lúcia. Segundo ela, a cada ano o céu muda de configuração e influencia no mapa natal, que deve ser feito todo ano pelo indivíduo para nortear a vida e os negócios.

“As pessoas mais abertas, como Eike, que é um empreendedor, observam os sinais. Existem momentos favoráveis e outros em que é melhor saber esperar”, diz Lúcia.

Já o pai de santo Jair de Ogum, do Centro Espírita Ogum-Iara, afirma que o empresário deve ter sido alvo de forte carga de inveja, mas que é visto com bons olhos pela espiritualidade. “Comenta-se nos círculos espiritualistas que ele deve estar fora dessa crise em 4 ou 5 anos, analisando seu mapa astral”, conta.

Para Jair de Ogum, Eike precisa procurar pessoa séria que trabalhe com energias positivas e possa aumentar seu campo de proteção. “Já que ele é uma pessoa esotérica, podia fazer isso com tranquilidade e se resguardar mais. A inveja afetou em sua vida a área mais enfraquecida”, diz.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia