Mais Lidas

Fazendo grana no playground

Famosa revista especializada em negócios, a ‘Forbes’ calculou o valor de cada usuário das principais redes sociais da internet

Por bferreira

Rio - Famosa revista especializada em negócios, a ‘Forbes’ calculou o valor de cada usuário das principais redes sociais da internet. Um tuiteiro vale US$ 100. Um facebuqueiro, US$ 98. No LinkedIn, o sujeito cai para US$ 93. Como chegaram a esse resultado? Simples. Dividiram o preço de cada uma dessas empresas na bolsa de valores americana pelo seu número de usuários.

Fazendo grana no playgroundArte%3A Berrix

Se esse levantamento não fosse apenas uma curiosidade, bem que gostaria de receber minha parte em grana, e estaríamos conversados. Mas não. Continuo alimentando os cofres dessas empresas a cada post, cada comentário, cada interação com outros camaradas. Para mim, a brincadeira é gratuita (até com duplo sentido). Para os verdadeiros donos das redes sociais, a coisa é séria. E isso se traduz em muita grana.

A fortuna de Mark Zuckerberg, que é grande chefe do Facebook, está em US$ 13,3 bilhões. E o cabra tem apenas 29 anos, mesma idade de Dustin Moskovitz, ex-sócio dele. Dustin é mais pobre: são US$ 3,8 bilhões na conta. Como é mais humilde, se dá ao luxo de se locomover de bicicleta e viajar em voos comerciais.

Como se vê, esses caras fazem fortuna no nosso playground. O nosso grupo de amigos, não esqueçamos, tornou-se uma lista de consumidores em potencial. E nossos interesses, na verdade, são nichos de mercado. Algum problema? Nenhum, mas é sempre bom ter consciência disso.

MOBILIDADE É O FUTURO

Smartphones e tablets respondem hoje por 20% do tráfego mundial na internet, garante a StatCounter. Em 2009, os aparelhos móveis ficavam com apenas 1,1% da navegação na web. E a tendência é que essa fatia fique bem maior em 2014, principalmente por causa da Copa do Mundo. Bom ficar de olho.

TOMA LÁ, DÁ CÁ

E o Edward Snowden? Ele foi o responsável por mostrar ao mundo, no início deste ano, que o governo dos EUA xereta a vida de meio mundo —inclusive nossa presidente Dilma. Acabou batendo de frente com o governo Obama e rapidamente conseguiu asilo temporário na Rússia. Mas essa moleza tem prazo pra acabar, e ele tem que encontrar outro pouso. Daí que andou rolando a história de que Snowden gostaria de viver legalmente no Brasil. Em troca, ele seria bastante útil para o governo brasileiro. É uma espécie de troca: você me dá asilo, e eu uso meus talentos para espionar a seu favor.

Você acha isso bonito? Me pareceu um pouco estranha essa proposta. É algo tipo milícia: você me paga uma taxa fixa, e eu protejo você à minha maneira — porque o Estado não está preocupado com isso.

Mas não. Talvez seja apenas implicância minha.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia