Venda de ovos de Páscoa perde espaço no varejo

Pesquisa mostra que chocolates em barras e caixas de bombom atraem mais o gosto do consumidor brasileiro

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Ainda faltam algumas semanas para a Páscoa, mas os lojistas já estão preparados para uma amarga verdade: os ovos de chocolate estão perdendo espaço no gosto dos consumidores. Pesquisa feita pela Nielsen aponta que a comercialização destes produtos caiu entre 2011 e 2013. Em 2011, foram vendidos 10,1 milhões de ovos nos 17 estados pesquisados. O número passou para 9,7 milhões em 2012 e a 8,7 milhões no ano passado.

No acumulado, a queda foi de 14%. No varejo, os ovos responderam por 16% das vendas de chocolate na Páscoa em 2013, enquanto os bombons foram responsáveis por 40%. As barras representaram 19% do total.
Nas sete áreas pesquisadas na Região Metropolitana do Rio (Centro, Sul, Campo Grande, Baixada Fluminense, Irajá e Niterói), a queda na venda foi ainda mais brusca, chegando a 20% entre 2011 e 2013.

Ovos de Páscoa perdem espaço nas gôndolas de supermercados para barras e caixas de bombomPaulo Alvadia / Agência O Dia

“A Páscoa está cada vez menos focada no ovo e os chocolates regulares ganham mais importância”, afirma Stephanie Biglia, analista de mercado da Nielsen. “Os ovos infantis, com brinquedos, é que estão puxando as vendas”.

O aumento dos preços explica parte da rejeição do consumidor. Mas, segundo Marco Quintarelli, consultor de varejo do Grupo Azo, é comum que os produtos sazonais sejam mais caros que os regulares. “A produção do ovo tem mais custos, como o da embalagem”, informa.

O aumento da concorrência também pode explicar o desprestígio no varejo. Franquias como Kopenhagen, Cacau Show e Brasil Cacau têm expectativas otimistas. Com o lançamento de 12 produtos, a Cacau Show espera aumento de 24% nas vendas, em relação a 2013, e quer faturar R$ 570 milhões na Páscoa deste ano.

Já o grupo CRM, dono da Kopenhagen e Brasil Cacau, tem expectativas mais agressivas. Com a meta de atingir mil lojas até o fim de 2014, a companhia aumentou a produção sazonal em 50% em relação ao ano passado e quer faturar R$ 300 milhões no período.

Enquanto a Kopenhagen continua na linha mais sofisticada, a Brasil Cacau está na competição com os supermercados. “Atualmente estamos com preços mais atrativos do que o varejo. Hoje, são eles que estão correndo atrás”, diz Renata Moraes, vice-presidente do grupo.

Data abre empregos temporários

?A Lacta está com 710 vagas temporárias no Rio de Janeiro para trabalho até o domingo de Páscoa, na área de vendas. A função é auxiliar os consumidores a escolher o ovo em lojas e supermercados.

Os candidatos devem ter Ensino Fundamental completo, pelo menos 18 anos, boa comunicação e capacidade para abordar o cliente. As inscrições vão até 7 de março no site www.vagas.com.br/mondelez_pascoa.

A Nestlé também está com processo seletivo aberto, até 13 de março. Serão 3.665 promotores contratados em todo o país. No estado, serão 374 oportunidades para temporários. Para se candidatar, ligue para (21) 2215-2337. Na data mais importante do setor, as indústrias produtoras de chocolate devem abrir mais de 24 mil vagas temporárias nas áreas de produção, promoção e venda.

Segundo levantamento da Nielsen, o faturamento da venda de ovos no varejo foi de R$ 844 milhões em 2013, alta de 0,9% em relação a 2012.

Com a Páscoa%2C cerca de 24 mil empregos serão abertos no paísPaulo Alvadia / Agência O Dia

Empresas do ramo apostam em variedades de lançamentos para este ano

?A indústria de chocolates aposta em uma grande variedade de lançamentos para impulsionar as vendas na Páscoa deste ano. Confira algumas novidades que chegarão às prateleiras de lojas e supermercados:

Garoto — a companhia terá, no catálogo deste ano, produtos relacionados à Copa do Mundo de 2014, como o Ovo Fuleco, feito de chocolate ao leite. Uma miniatura do mascote do Mundial da Fifa vem de brinde.

Arcor — entre os 15 ovos novos, destaca-se o Tortuguita Surpresas Mágicas, que vem nos sabores de chocolate ao leite, chocolate crocante e chocolate branco.

Lacta — terá cinco lançamentos e 53 opções, como os clássicos Laka e Diamante Negro. Há produtos com o tema do joguinho Angry Birds e do desenho das bonecas Monster High.

A indústria de chocolates aposta em uma grande variedade de lançamentos para impulsionar as vendas na Páscoa deste ano. Confira algumas novidades que chegarão às prateleiras de lojas e supermercados:

Garoto — a companhia terá, no catálogo deste ano, produtos relacionados à Copa do Mundo de 2014, como o Ovo Fuleco, feito de chocolate ao leite. Uma miniatura do mascote do Mundial da Fifa vem de brinde.

Arcor — entre os 15 ovos novos, destaca-se o Tortuguita Surpresas Mágicas, que vem nos sabores de chocolate ao leite, chocolate crocante e chocolate branco.

Lacta — terá cinco lançamentos e 53 opções, como os clássicos Laka e Diamante Negro. Há produtos com o tema do joguinho Angry Birds e do desenho das bonecas Monster High.

Néstle — serão nove itens inéditos, entre os 35 ovos da marca. Figura como novidade a linha surpresa, com produtos temáticos com filmes como Homem de Ferro 3 e Toy Story.

Kopenhagen — entre as 20 novidades previstas para este ano, a aposta é na linha Dessert, nos sabores Nhá Benta Frutas Vermelhas, Nhá Benta Maracujá, Creme Bruleé e Tiramissú.

Brasil Cacau — um dos 20 novos produtos é o ovo trufado Tripolino Maracujá, com recheio cremoso no sabor da fruta.

Cacau Show — serão 12 novidades, que estarão nas prateleiras. O ovo Gourmet de Corte é recheado com creme no sabor brownie. A linha infantil lança o Pequeno Príncipe, que vem com uma miniluminária.

?Reportagem: Luisa Brasil

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia