Sucesso nos Concursos: Estudar em casa requer atenção

Levante, estique as pernas, ande um pouco, beba algum líquido e pegue os livros

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - O ato de estudar, por si só, já é cansativo e requer perseverança. Essa característica se intensifica, principalmente, quando o concursando resolve estudar em casa. Com barulho do vizinho, a família pedindo atenção e as muitas distrações que podem existir, o estudo vira uma opção.

Nesses casos, o ideal é ir praticando aos poucos para criar um hábito. Levante, estique as pernas, ande um pouco, beba algum líquido e pegue os livros. Com o passar dos dias, você perceberá que o estudo começa a fluir sem muita perda de tempo. Com isso, será possível ampliar mais um pouco a quantidade de horas propostas. A tendência é que quando sentir que o estudo está fazendo diferença, você melhorará a cada dia, pois ficará cada vez mais fácil aumentar a carga de estudo.

PERGUNTA E RESPOSTA

“Decidi abandonar o emprego em busca de mais tempo para estudar para concursos. Mas confesso que não está dando muito certo, porque toda hora alguém em casa pede para eu fazer alguma coisa e eu mesmo, quando vejo, estou distraída ao contrário de estudar. Qual a sua orientação?”  Angela, Osvaldo Cruz

Angela, essa é a desvantagem de estudar em casa quando não se tem um ambiente adequado, ou seja, muito barulho, vizinhança complicada, telefone tocando toda hora e familiares que querem atenção. Nem sempre os outros membros da família entendem a necessidade de concentração e a importância do horário de estudos.

Nesse caso, vejo duas saídas: primeiro, uma conversa com seus familiares e amigos sobre a importância desse tempo para o seu projeto pessoal. A partir dessa conversa, faça uma nova avaliação. A segunda saída é se organizar e sair de casa para estudar. Essa é a mais comum entre os concurseiros. Você pode ir a uma biblioteca ou mesmo, se está frequentando um curso preparatório, pedir para usar uma sala de aula ociosa no período que tem disponível.

Nesse momento vale tudo, pois você já tem uma briga com você mesma para estudar e deve evitar que problemas externos piorem a sua situação.

Quanto a se distrair nos horários de estudo, isso é normal. Estudar cansa. Como sugestão você pode alternar os períodos de estudos com teoria num primeiro tempo e exercícios num segundo. Essa alternância ajudará a evitar a falta concentração.

O que você deve ter em mente é que o hábito de estudo é igual a frequentar uma academia de ginástica: no início dói, mas se for perseverante, superará essa fase e o processo ficará bem mais fácil. Para melhorar seu desempenho, cuide da autoestima.

Faça uma programação de estudos que você tenha condições de cumprir. Não adianta começar se propondo a estudar dezenas de horas por dia, pois provavelmente terá seu planejamento frustrado.

Bons estudos!

Cláudia Jones é jornalista especializada em concursos públicos

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia