Preço de imóveis no Brasil desacelera pelo sexto mês seguido, diz FipeZap

Valor médio do metro quadrado mais caro no universo do levantamento em maio foi em R$ 10.609 (Rio de Janeiro) e o mais barato foi de R$ 3.942 (Vila Velha, ES)

Por tamara.coimbra

Rio - O preço do metro quadrado de imóveis novos e usados anunciados em 16 cidades brasileiras desacelerou pelo sexto mês consecutivo, de acordo com o índice FipeZap Ampliado, divulgado nesta quarta-feira. Segundo levantamento, o valor do metro quadro cresceu 11,7% em maio em relação ao mesmo período do ano passado. Porém, em abril, o índice teve alta de 12,2% na mesma comparação.

No ano até maio, o indicador acumula alta de 2,98% ante expansão de 4,9% ocorrida no mesmo período do ano passado. No mês passado, as cidades com maiores altas nos preços foram Fortaleza (+5,2%) e Rio de Janeiro (+4,74%), enquanto Porto Alegre (-1,33%) e Brasília (-0,42%) apresentaram as maiores quedas.

O valor médio do metro quadrado mais caro no universo do levantamento em maio foi em R$ 10.609 (Rio de Janeiro) e o mais barato foi de R$ 3.942 (Vila Velha, ES). São Paulo registrou R$ 8.060, segundo a pesquisa. Já a média das 16 cidades avaliadas foi de R$ 7.494.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia