Com ajuda da Copa, Ambev tem alta de 15,9% em seus resultados

Maior empresa de bebidas da América Latina divulgou que desempenho chegou R$ 2,2 bi

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - O lucro líquido de R$ 2,2 bilhões da Ambev entre abril e junho representa alta de 15,9% na comparação anual do desempenho da empresa. A geração de caixa feita pelo indicador que mede lucro antes do pagamento de juros, impostos, depreciação e amortização somou R$ 3,3 bilhões no trimestre, subindo 2,7% sobre um ano antes, mas houve ficou da projeção de analistas de R$3,6 bilhões.

Ambev elevou a sua participação no mercado cervejeiro em 0%2C9 pontoDivulgação

O desempenho se deve, segundo a cervejaria, a um efeito não recorrente do mix de embalagens, após ter investido em latinhas que possuem menor margem que os recipientes retornáveis, além de edições especiais para a Copa do Mundo.

COPA ELEVOU O CONSUMO

Diante da campanha “Copa sem aumento”, lançada para incentivar a manutenção do preço das cervejas durante o torneio de futebol, e de um desempenho de vendas desfavorável na Argentina, a companhia viu a receita líquida total avançar 8% no segundo trimestre, a R$ 8,2 bilhões, abaixo da previsão de analistas de R$ 8,4 bilhões.

Com esses números, a Ambev comemorou os resultados da competição, acrescentando ter elevado a participação no mercado brasileiro em 0,9 ponto percentual sobre o primeiro trimestre, chegando a 68,4%. “De acordo com nossas estimativas, o evento (Copa do Mundo) contribuiu com aproximadamente 1,4 milhão de hectolitros adicionais ao nosso volume de cerveja, acima de nossas estimativas iniciais de quatro vezes o impacto de 300 mil hectolitros da Copa das Confederações”, divulgou a Ambev em nota oficial, completando que cerca de 80% desse volume ficaram concentrados no segundo trimestre.

Após aumento de 11,8% na receita líquida consolidada do primeiro semestre, a empresa estimou que deve encerrar 2014 com avanço nessa linha no limite superior da previsão anterior. A companhia também manteve a projeção de investir no Brasil volume inferior aos R$ 2,8 bilhões do ano passado, seguindo revisão divulgada junto com os resultados.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia