Por bferreira
Publicado 26/11/2014 23:51 | Atualizado 27/11/2014 02:52

Rio - Servidores aposentados por invalidez da administração pública terão que esperar, mais uma vez, pela votação da PEC 170/12, que garante o recebimento de proventos integrais. O drama da categoria só aumenta a cada dia que a Câmara transfere a votação do texto. E ontem não foi diferente.

Prometida para ser votada às 9h de ontem, após não ter sido apreciada pelo plenário na terça-feira, a PEC não entrou em pauta mais uma vez. Na semana passada a categoria já havia vivenciado a mesma angústia.

Integrantes do grupo que acompanham de perto a votação e também ajudam a mobilizar parlamentares pela causa, informaram nas redes sociais que o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), prometeu para os presentes na sessão de ontem que a PEC será uma das prioridades da Casa na próxima semana.

Até lá, o Grupo Vítimas da Invalidez pede que os interessados na votação da proposta se mobilizem nas redes sociais e também enviem e-mails para os deputados.

Foi solicitada a presença máxima dos parlamentares em plenário, para que haja quórum suficiente e texto possa ser votado na Casa. A PEC 170/2012 é válida para os servidores públicos civis da União, dos estados, do Distrito Federal e também dos municípios do país.

Você pode gostar