Mais Lidas

Lojas ficam cheias para as compras de última hora

Quem deixou para comprar presentes hoje ainda encontrará produtos com bons preços

Por bferreira

Rio - Quem deixou para comprar o presente de Natal no último dia vai encontrar lojas mais cheias, porém ainda conseguirá opções de produtos a bons preços. O DIA procurou e encontrou sugestões de lembranças por até R$ 100 para não deixar a data passar em branco. Já para os supersticiosos, há dicas de presentes para dar sorte em 2015.

Para os shoppings, o movimento de ontem e hoje compensou as vendas abaixo do esperado nos dias anteriores. O Metropolitano Barra, por exemplo, espera crescimento de 12% no fluxo nesses dois dias, em comparação ao fim de semana anterior. O ParkShoppingCampoGrande informou que dobrou a quantidade de brinquedos e livros vendidos desde sábado.

Natália Valentim comprou brinquedos para as crianças e procurou preços mais em conta para presentear os adultos no NorteShoppingAndré Luiz Mello / Agência O Dia

Na expectativa de atender os consumidores que deixam para comprar tudo na última hora, os principais shoppings do Rio vão ficar abertos hoje até as 18h. Amanhã, as lojas estarão fechadas. Só funcionam as praças de alimentação.

O horário vale para NorteShopping, Nova América, Metropolitano Barra, Botafogo Praia Shopping, Ilha Plaza, ParkShoppingCampoGrande, BarraShopping, Via Brasil, Rio Sul, Shopping Tijuca, Américas Shopping e Boulevard Rio, entre outros. Já na Saara, no Centro, as lojas vão fechar entre 15h e 16h.

A empresária Natália Valentim, 29 anos, está no grupo dos atrasados. “Não consegui vir antes e sei que estou pagando um pouco mais caro. Comprei brinquedos para as crianças, já para os adultos estou procurando presentes com preços mais em conta”, afirma.

A advogada Leila Regina da Cruz, 49, foi às compras com antecedência para aproveitar algumas promoções. Mas ainda assim faltaram presentes. “Deixei para a última hora as lembranças menores e mais baratas. Agora estou correndo atrás”, diz.

COMÉRCIO OTIMISTA

Segundo estimativas do Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI), as vendas neste Natal podem registrar crescimento de 3% a 4% em relação ao ano anterior. “Embora mais cauteloso e com receio do endividamento, ainda assim o consumidor vê em roupas, calçados e acessórios as melhores opções para presentear amigos e familiares. Para as crianças, os brinquedos continuam os líderes”, avalia Marcelo Prado, diretor do instituto.

A dica de José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz, para quem comprará presentes hoje é fazer uma lista com o valor máximo a ser gasto em cada produto. “Na pressa, é muito fácil perder a noção de valores. Se pagar à vista, vale a pena tentar um desconto. Já se optar pelo cartão de crédito, o consumidor deve avaliar se terá condições de pagar a fatura no vencimento”, alerta.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia