Páscoa terá ovo de chocolate até 16% mais caro este ano

Dólar alto pesa na produção e indústria repassa aumento médio de 9% a varejistas. Empresas reduzem portfólios e apostam em tamanhos menores dos produtos

Por bferreira

Rio - O sabor doce dos ovos de páscoa que começam a chegar às gôndolas das lojas será cortado pelos preços até 16,7% mais altos. Segundo a Associação de Supermercados do Rio, a indústria está vendendo os produtos para o varejo com reajuste médio entre 8% e 9% na comparação com 2014. O valor também se aplica a marcas que vendem em lojas franqueadas, como a Cacau Show e a Brasil Cacau. A cotação elevada do dólar, que encarece o cacau, é a principal justificativa para os aumentos.

Filial da Cacau Show%3A várias linhas da fabricante tiveram aumento superior a 10% em relação a 2014Paulo Alvadia / Agência O Dia

Em preços pesquisados pelo DIA, há produtos que fogem à média. É o caso da Linha Clássicos da Cacau Show, que saem a R$34,90. O preço está 16,7% mais alto do que no ano passado, quando as peças da linha eram vendidas a R$29,90. A linha infantil está 13,3% mais cara. Os ovos licenciados da marca, que possuem brindes, eram comercializados a R$29,90. Neste ano, produtos com o mesmo tamanho (160g) e brindes similares saem a partir de R$33,90.

“Grande parte desses brinquedos são importados. Mas é o segmento que tem mais apelo. A criança quer o ovo X, Y ou Z e o pai se esforça para comprar”, afirma o consultor de varejo Marco Quintarelli. “Mas se ficar caro demais, corre o risco de encalhar”, avalia.

Na rede concorrente Brasil Cacau, do grupo CRM, também houve repasses. Os ovos clássicos, que eram vendidos a partir de R$ 14,90, agora têm preço inicial de R$ 16,40, alta de 10,6%. Pertencente ao mesmo grupo, a Kopenhagen também registrou alta em seus produtos. No ano passado, os ovos da linha Dessert eram vendidos a R$79. Neste ano, o valor subiu a R$ 85,50, alta de 8,2%.

Responsáveis pela maior fatia do mercado nacional, a Mondelez — fabricante da Lacta — e a Nestlé não divulgaram suas tabelas de preços para este ano. A Nestlé enxugou sua cartela para a data, passando de 35 produtos em 2014 para 29 este ano.

A Garoto, que pertence à Nestlé, também está com portfólio mais reduzido, com 23 produtos. Já a Lacta foi na direção contrária e aumentou a diversidade, de 53 para 56 variedades para a Páscoa. Procuradas, as fabricantes não quiseram se pronunciar.

Lançamentos variados

Apesar do clima de retração econômica, o Walmart espera um aumento de 10% nas vendas deste ano. A empresa investiu na fabricação própria de ovos pequenos e baratos, e está vendendo unidades de até R$ 5 com tema dos Flintstones.

A Garoto também apostou no segmento com o ovo Batom de colher, com 73 gramas. Segundo Quintarelli, os ovos pequenos, com até 80 gramas, lideram as vendas no período.

A Nestlé foi na direção contrária com aposta no ovo de Kitkat, com 400 gramas. A Lacta, por sua vez, lança o ovo Oreo, derivado do biscoito de mesmo nome.

A Kopenhagen, que atua no segmento de valor agregado, tem o lançamento mais luxuoso. O Sweet Trasure com um quilo, trás bracelete de prata da joalheria dinamarquesa Pandora, por R$ 420.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia