Consumidor deve ter cautela antes de contratar empréstimo, diz Procon

Taxas do cheque especial voltaram a subir

Por clarissa.sardenberg

Rio - Embora em menor intensidade, as taxas médias de juros do cheque especial e do empréstimo pessoal voltaram a subir em março, divulgou nesta segunda-feira a Fundação Procon de São Paulo. Por causa da alta dos juros, a fundação alerta ao consumidor para que tenha cautela antes de contratar alguma linha de crédito e avalie bem a real necessidade de empréstimo, além de comparar as taxas cobradas pelos bancos.

Segundo a fundação, a taxa média do cheque especial atingiu 10,55% ao mês, superior ao mês anterior, quando a taxa média era de 10,50% ao mês. Já a taxa média do empréstimo pessoal alcançou 6,02% ao mês, um pouco acima dos 6,01% cobrados no mês anterior.

A pesquisa foi feita no dia 3 de março. Dos sete bancos analisados (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander), dois aumentaram as taxas do cheque especial (Bradesco e Santander) e um a de empréstimo pessoal (Bradesco). Os demais bancos mantiveram os índices do mês anterior.

Com informações da Agência Brasil 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia