Peregrinos são uma bênção para o comércio do Rio

Restaurantes, bares e lojas comemoram alta das vendas, puxada pelos visitantes da cidade

Por tamyres.matos

Rio - Os fiéis da Jornada Mundial da Juventude têm alguns objetivos em comum na estadia no Rio: fazer amizades, louvar a Deus, ver o Papa Francisco e consumir em terras tupiniquins também, por que não? Enquanto a Associação Comercial do Rio estima aumento de até 12% nas vendas de julho, em comparação com o mesmo período do ano passado, donos de bares e restaurantes registraram movimento ‘digno de sexta-feira’ na segunda e terça.

>>> FOTOS em 360º das atividades na JMJ na Quinta da Boa Vista

“O público tem em média 25 anos e gasta uns R$ 100 por dia. Valor considerado baixo, mas que, multiplicado pelos mais de 1,5 milhão de visitantes, cria um bom volume. Pequenas lembranças da JMJ e do Brasil devem ser os itens mais comprados”, disse o vice-presidente da ACRJ, Aldo Gonçalves.

Grupo de peregrinos argentinos faz fila para saborear uma feijoada em restaurante na CinelândiaAlexandre Brum / Agência O Dia

“As estatuetas do Cristo Redentor são campeãs de vendas. Elas unem a mensagem religiosa ao ponto turístico brasileiro mais conhecido no exterior”, explicou o gerente da Art Loft Souvenirs, Marcos Almeida. A loja, em Copacabana, já registrou aumento de 15% nas vendas e espera ter ainda mais lucros.

E não são apenas as lembranças materiais que têm aquecido a economia da cidade. “Já que estamos no Brasil, queremos conhecer os sabores da culinária e a música local”, confessou o argentino Juan Bautista, que acabara de escolher uma feijoada para degustar no Bar Amarelinho, na Cinelândia.

Turistas vêm de 175 países

Até ontem, 355 mil peregrinos haviam se inscrito na Jornada Mundial da Juventude. O número é menor do que os 475 mil registrados na jornada de Madri. Mas a irmã Shaiane Machado, que organiza o serviço, disse que o público está dentro da expectativa. E, a partir de quinta-feira, mais 47.791 peregrinos devem chegar.

Do total de inscritos, 220 mil são brasileiros, sendo que 60% vindos da Região Sudeste. A Argentina foi o segundo país com número de peregrinos, com 23 mil, seguidos pelos Estados Unidos, com 10,8 mil, Chile, com 9,2 mil e Itália, com 7,7 mil. Ao todo, pessoas de 175 países se inscreveram. A maioria tem entre 14 e 25 anos e as mulheres representam 56% dos presentes.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia