Mais Lidas

Promotor estuda pedir pena de morte para sequestrador de Cleveland

Acusado está sob forte vigilância para não cometer suicídio

Por bianca.lobianco

O promotor do condado de Cuyahoga, em Cleveland, Timothy McGinty, disse nesta quinta-feira que estudará solicitar a pena de morte para Ariel Castro, acusado do sequestro e estupro de três jovens que estiveram desaparecidas durante uma década. O criminoso está sob forte vigilância em uma cadeia local. Segundo a advogada, a medida é para que o acusado não cometa suicídio.

Sequestrador de Cleveland de cabeça baixa em julgamentoReprodução Internet


Castro fez sua primeira aparição pública em um tribunal nesta quinta-feira. O juiz do tribunal municipal de Cleveland fixou a fiança em US$ 8 milhões (R$ 16 milhões). Algemado e vestindo uma roupa azul da prisão, o acusado, ex-motorista de ônibus escolar de 52 anos, manteve o rosto abaixado durante toda a audiência. Ele não falou em nenhum momento.

Fim do cativeiro

O pesadelo de Amanda Berry, Gina DeJesus e Michelle Knight teve fim quando Amanda conseguiu fugir com a ajuda de um vizinho, Charles Ramsey, e ligou para a polícia. Ariel Castro foi detido junto a seus dois irmãos Pedro e Onil. Michelle Knight, ficou grávida pelo menos cinco vezes e apanhava até abortar.

Os irmãos também compareceram no tribunal na manhã desta quinta-feira para solucionar acusações anteriores, não relacionadas ao caso dos sequestros.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia