Trem descarrila e deixa 72 mortos na Espanha

Acidente ocorreu em uma curva considerada 'difícil'. Equipes de emergência fazem o resgate no local

Por julia.amin

Santiago de Compostela (Espanha) - Um trem da linha que liga Madri e Ferrol descarrilou na entrada da estação de Santiago de Compostela nesta quarta-feira por volta das 20h41 locais (15h41 em Brasília). De acordo com o presidente do Tribunal Superior da Galícia, Miguel Ángel Cadenas, 72 pessoas morreram e, pelo menos, 143 ficaram feridas. 

Trem descarrila na estrada que liga Madri e FerrolEfe


O acidente ocorreu porque todos os 13 vagões do trem, no qual viajavam 218 pessoas e mais tripulação, saíram dos trilhos em uma curva considerada "difícil" por especialistas. De acordo com testemunhas, foi possível ouvir uma grande explosão. Após tombar, o penúltimo vagão ficou completamente destroçado. Um outro vagão foi parar a uma distância de cinco metros da via.  

Uma vítima contou para o jornal "El País" que se recorda do trem descarrilando e depois de acordar "rodeada de mortos". Este é o pior acidente na Espanha nem 40 anos. O último mais grave atingiu Chinchilla (Albacete) em 2003, com uma colisão frontal que deixou 19 mortos.

O primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, se manifestou em sua página oficial do Twitter. "Quero expressar meu afeto e minha solidariedade com as vítimas desse terrível acidente de trem em Santiago", disse. Segundo o jornal espanhol ABC, Rajoy viajará para o local do acidente na quinta-feira pela manhã. Equipes de resgate ainda estão no local.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia