Palácio de Buckingham exibe artigos da cerimônia de coroação de Elizabeth II

Exposição mostrará trajes, fotografias e vídeos do evento acontecido em 1953

Por juliana.stefanelli

Vestido da rainha será peça principal da amostraEFE

Londres (Inglaterra) - A cerimônia na qual Elizabeth II foi coroada rainha há 60 anos será revivida a partir de sábado no Palácio de Buckingham, com uma exibição dos vestidos e artigos que a família real usou para a ocasião. Na mostra, estarão expostos o vestido que a soberana usou no dia de sua coroação em Londres, além de fotografias pessoais e vídeos do evento, que aconteceu em 2 de junho de 1953 na Abadia de Westminster, um ano após chegar ao trono.

O vestido da rainha, peça principal desta exposição que poderá ser visitada até o dia 29 de setembro, foi desenhado por Norman Hartnell, responsável também por alguns trajes da princesa Margaret, irmã de Elizabeth II.

O traje da soberana mistura emblemas florais nacionais com bordados de ouro, prata e sedas de cores pastel, e também conta com pérolas, cristais e lantejoulas incrustadas. Além deste vestido, é exibida também a capa que a rainha usou quando deixou a Abadia para se dirigir ao Palácio de Buckingham.

Também está presente na exposição o uniforme de almirante que Philip, marido da rainha, duque de Edimburgo, usou na coroação. Entre outros artigos, poderão ser contemplados algumas das mesas do banquete de celebração que foram colocadas no Palácio de Buckingham, recriadas com uma luxuosa decoração. Também serão exibidas fotografias oficias em preto e branco e gravações de vídeo com cenas que relatam os momentos pessoais após a celebração.

Nesses vídeos é possível ver como a rainha Elizabeth II posava no Palácio de Buckingham para as fotografias oficiais com o duque de Edimburgo e seus dois filhos, o príncipe Charles e a princesa Ana, quando tinham quatro e dois anos, respectivamente.

Entre os instantes exibidos no vídeo, é possível ver como Philip penteava o pequeno príncipe Charles (herdeiro da coroa), antes de posar para um retrato oficial. A curadora da exposição, Caroline de Guitaut, disse que a rainha visitou a mostra nesta quarta-feira e parecia "estar encantada" com o que o público poderá ver enquanto ela passa suas férias no castelo de Balmoral (Escócia).

A mostra, cuja entrada custa entre 18 e 30 libras, faz parte de diversas celebrações que ocorreram neste ano para lembrar os 60 anos da coroação da rainha, que chegou ao trono em 6 de fevereiro de 1952 após a morte de seu pai, o rei Jorge VI.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia