Oito policiais curdos morrem em atentado no Iraque

Carro-bomba foi usado contra um quartel na cidade de Tuz

Por raphael.perucci

Bagdá (Iraque) - Pelo menos oito membros das forças de segurança curdas morreram neste domingo e outros quatro ficaram feridos em um atentado suicida perpetrado na cidade de Tuz, na província de Salah ad-Din, no norte do Iraque. Uma fonte da Polícia iraquiana informou o suicida fez detonar o carro-bomba contra um quartel das forças Al Ashais (a Polícia curda).

A explosão causou grandes danos materiais no quartel e em veículos policiais, segundo a fonte, que acrescentou que os feridos foram levados ao hospital de Kirkuk. Em Tuz vive uma grande comunidade curda, que perante o aumento da violência pediu ao Governo central que permitisse deslocar soldados da Polícia curda nas regiões nas quais são maioria.

As autoridades de Bagdá e as da região autônoma do Curdistão iraquiano disputam a área de Tuz, onde convivem árabes, curdos e turcomanos. O Iraque vive uma subida da violência com vários atentados, especialmente contra as forças da ordem e xiitas, que se intensificaram desde o começo do mês sagrado muçulmano do Ramadã.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia