Maduro quer ter poderes especiais para garantir combate à corrupção

Presidente poderá ter possibilidade de promulgar decretos sem que tenham de passar pelo parlamento

Por juliana.stefanelli

Caracas (Venezuela) - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que pedirá ao Parlamento a ampliação de seus poderes para combater a corrupção. Maduro disse que decretará estado de "emergência nacional" para levar adiante a meta. Os poderes especiais, que terão de ser aprovados pela Assembleia Nacional, darão a Maduro a possibilidade de promulgar decretos sem que tenham de passar pelo Parlamento.

"Como presidente e chefe de Estado, vou decretar uma emergência nacional na luta contra a corrupção e vou pedir poderes especiais [ao Parlamento] para avançar com um processo de reforma das leis e de mudança institucional de modo a lançarmos um combate profundo à corrupção”, disse Maduro.

O presidente venezuelano indicou que as mudanças deverão ter por base a Constituição e apelou aos jovens para lutar contra a corrupção. O antecessor de Maduro, o presidente Hugo Chávez também obteve do Parlamento direitos a poderes especiais para levar adiante a chamada revolução socialista.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia