Al Qaeda estuda fazer atentado contra trens na Europa, segundo 'Bild'

Fontes são da Agência de Segurança Nacional (NSA) americana

Por juliana.stefanelli

Integrantes da Al QaedaEFE

Berlim (Alemanha) - A rede terrorista Al Qaeda estuda promover um atentado contra trens de alta velocidade europeus, informou nesta segunda-feira o jornal alemão "Bild", que cita fontes da Agência de Segurança Nacional (NSA) americana.

No entanto, o Ministério do Interior alemão assegurou pouco depois que não sabe de novos alertas de segurança relacionados com o sistema ferroviário nacional e que não aumentou as medidas de vigilância neste sentido. O nível de alerta para ataques terroristas não foi mudado recentemente, assinalou um porta-voz ministerial, acrescentando no entanto que a Alemanha continua no ponto de mira do "terrorismo jihadista internacional".

Segundo o jornal alemão, os serviços secretos americanos, no olho do furacão desde que foi revelado seu programa de espionagem em massa das comunicações em nível mundial, interceptaram uma comunicação telefônica entre "dois altos cargos" de Al Qaeda recentemente a este respeito. Os especialistas da NSA apontam que as possíveis ações de sabotagem sejam cometidas nas vias e no cabo elétrico, assim como no uso de explosivos em rotas, túneis ou trens.

O jornal alemão destaca que o assunto principal da conversa entre os dois membros da rede islamita foi o começo de uma série de atentados contra o sistema ferroviário europeu. Por causa do aviso da NSA, as autoridades alemãs reforçaram a segurança de seus trens, estações e rotas nas últimas duas semanas com várias "medidas invisíveis", segundo o "Bild".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia