Papa Francisco pede fim do tráfico ilegal de armas

Pontífice também repetiu apelo pela paz na Síria

Por tabata.uchoa

Roma - O papa Francisco fez uma conclamação neste domingo pelo fim do tráfico ilegal de armas e repetiu seu apelo pela paz na Síria. "A guerra contra o mal significa dizer não ao ódio fratricida e às mentiras que o alimentam, dizendo não à violência em todas as suas formas, dizendo não à proliferação de armas e do tráfico ilegal de armas", disse ele em seu Angelus dominical regular.

Papa Francisco também pediu paz na SíriaEfe

"Há sempre a dúvida se essas guerras aqui ou lá são guerras por problemas reais ou guerras para vender armas", disse ele. "Há uma guerra comercial para vender essas armas no comércio ilegal. Estes são os inimigos a serem combatidos, juntos e unidos, seguindo não outro interesse que não o da paz e o do bem comum."

Esse chamamento ocorreu horas depois de o papa se dirigir a cerca de 100 mil pessoas na Praça de São Pedro, em um dia de jejum e oração pela paz na Síria. "A violência e devastação na Síria devem parar imediatamente e devemos trabalhar com renovado compromisso para uma solução justa para o conflito fratricida", disse ele neste domingo, pedindo paz também no Egito, Iraque e Líbano.

Os apelos pela paz surgem ao mesmo tempo em que Estados Unidos e França consideram a ação militar para punir o líder sírio, Bashar al-Assad, após o ataque com armas químicas perto de Damasco, que matou centenas de pessoas em agosto. Os países ocidentais culpam Assad pelo ataque, embora o governo sírio negue a responsabilidade.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia