Bandidos matam motorista e informam localização do corpo pelo rádio do carro

Sergio Castellano, de 38 anos, trabalhava há uma semana como motorista de carros de aluguel

Por julia.amin

Buenos Aires (Argentina) - Um motorista de carro de aluguel foi morto nesta sexta-feira, na Argentina, com um tiro na cabeça. Seus assassinos avisaram do crime à companhia para a qual ele trabalhava pelo rádio do veículo, informou a imprensa local.

Pelo menos dois homens, que se passaram por passageiros, foram os responsáveis pelo crime que aconteceu em uma cidade a cerca de 30 quilômetros de Buenos Aires. A vítima, Sergio Castellano, de 38 anos, trabalhava há uma semana como motorista de carros de aluguel, e dirigia um Peugeot 504 preto.

Ao notar o atraso de Castellano, um de seus colegas de trabalho tentou entrar em contato com ele através do rádio, e a chamada foi atendida, supostamente, por um dos criminosos. "Da empresa chamaram o motorista e o interlocutor já não era Castellano", relatou à agência oficial "Télam" um dos chefes da polícia, que acrescentou que o bandido respondeu: "jogamos o negro em Calchaquí".Foi no local indicado que a polícia encontrou o corpo de Castellano.

Embora a primeira hipótese seja roubo seguido de morte, os investigadores não descartam que possa se tratar de uma vingança ou de um acerto de contas, informaram à "Télam" fontes policiais. A ausência de vestígios significativos de sangue no veículo, ao qual os bandidos atearam fogo, pode indicar que os assaltantes fizeram o motorista descer do carro antes de executá-lo com um disparo na têmpora esquerda.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia