Merkel e Putin dizem que Ucrânia deve permanecer intacta

Ambos concordaram que 'integridade territorial' da Ucrânia tem de ser protegida e que país precisa de governo funcional

Por fernanda.magalhaes

Alemanha - A chanceler (primeira-ministra) alemã, Angela Merkel, e o presidente russo, Vladimir Putin, concordaram durante conversa por telefone neste domingo que a "integridade territorial" da Ucrânia tem de ser salvaguardada e que o país precisa urgentemente de um governo funcional.

Manifestantes se reúnem no Monumento 'The Cheka - os soldados da Revolução' da Era Comunista%2C na Praça Lybidska%2C em Kiev%2C que foi danificado por ativistasEFE

"Eles enfatizaram que o interesse conjunto de ambos é o de uma Ucrânia estável, tanto em termos econômicos quanto políticos", disse o porta-voz de Merkel Steffen Seibert em comunicado, acrescentando que os dois líderes concordaram em manterem contato próximo.

Mais cedo, o Kremlim disse em outro comunicado que os dois líderes conversaram em uma ligação telefônica iniciada por Berlim.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia