Parlamento da Ucrânia designa presidente que é aliado da ex-premiê Tymoshenko

Alexandr Turchinov, braço direito da ex-premiê que acaba de sair da prisão e já disse que será candidata, tenta colizão para formar novo governo

Por fernanda.magalhaes

Ucrânia - O Parlamento da Ucrânia designou neste domingo como presidente interino do país Alexandr Turchinov, braço direito da ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko e desde este sábado chefe do legislativo.

A nomeação de Turchinov, aprovada por 285 dos 339 deputados presentes no plenário, ocorre após o presidente Viktor Yanukovich ter sido destituído neste sábado por abandono de suas funções.

Pouco antes de sua designação,Turchinov pediu aos deputados que iniciassem consultas urgentes para estruturar uma coalizão de maioria capaz de formar um governo, processo que deverá ser encerrado antes de terça-feira.

Inicialmente, esperava-se que neste domingo mesmo a maioria pudesse ser constituída e em seguida o novo primeiro-ministro nomeado.

O recém-eleito presidente Oleksander Turchynov fala durante sessão do Parlamento ucraniano%2C em KievEFE

"A situação na Ucrânia, particularmente de sua economia, é catastrófica. O governo de Yanukovich arruinou a economia e nos cofres públicos não há dinheiro", disse o presidente do Parlamento e agora chefe de Estado interino.

A designação de Turchinov como presidente interino do país está de acordo com o estipulado pela Constituição de 2004, que neste sábado foi restituída pela Câmara e estabelece que em caso de ausência do chefe do Estado, suas funções serão assumidas pelo presidente do Parlamento.

Na sessão deste domingo, a Câmara também votou as destituições dos ministros de Relações Exteriores e Educação, Leonid Kozhar e Dmitri Tabchnik, respectivamente.

O ministro do Interior e o procurador-geral, assim como outros altos funcionários públicos, foram destituídos neste sábado.

Os partidos opositores assumiram o controle da Rada nesta semana depois que vários deputados da coalizão governamental trocaram de lado.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia